Cresce a procura por leilões imobiliários online - Accacio Barrozo

O aumento da inadimplência, em grande parte devido à crise econômica, vem proporcionando uma alta dos leilões de imóveis. Ao mesmo tempo em que o sonho da casa própria vira um amargo pesadelo para alguns, a chance de comprar uma propriedade com até 60% de desconto vem atraindo a atenção de uma boa parcela de consumidores.

E com a difusão e familiarização da internet, as pessoas estão cada vez mais confortáveis para participar dos leilões online. Antes, quase que na sua totalidade, essa modalidade era praticada por empresas e investidores experientes no ramo do arremate imobiliário virtual. A facilidade e o preço reverteram o cenário, apresentando novos personagens que enxergam no leilão online, uma oportunidade para comprar o imóvel próprio.

Sites especializados em leilões online registraram um aumento de aproximadamente 50% de arremates realizados por pessoas físicas entre 2015 e 2016. Neste mesmo período, dobrou a retomada de propriedades pela Caixa Econômica Federal, alcançando a marca de quase 25 mil imóveis devolvidos por inadimplência. O Novo Código Civil, que permite a penhora dos bens, em caso de dívida com o condomínio, também contribuiu para este número alarmante.

Cada vez mais as a pessoas se sentem seguras para fechar negócio pela internet

Vantagens de participar de um leilão pela internet

Basicamente os benefícios giram em torno do preço e da comodidade em fechar um grande negócio com apenas alguns cliques na sua casa ou trabalho. Em muitos casos, o lance pode ser pago em até 48 vezes.  Mas, apesar da facilidade do pagamento e o aumento da procura, o Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-RJ)indica ainda uma parcela pequena de pessoas que preferem o leilão virtual ao presencial.

O que é preciso para participar de um leilão imobiliário

Para participar é preciso se cadastrar em sites de leilões e descobrir as datas e locais dos eventos. Alguns leiloeiros também lançam editais nos jornais, geralmente os de grande circulação. É bom se informar sobre o preço real da unidade para comparar com os valores do arremate, depois selecione qual a melhor modalidade se aplica ao seu perfil. Por último, escolha o imóvel e fique atento aos lances.

Cuidados antes de fechar o negócio

Como toda negociação, é aconselhável conhecer o imóvel e suas características para ter a certeza do que está comprando.  Lembrando que, se o imóvel estiver ocupado, é dever do novo  proprietário arcar com as despesas de desapropriação. É preciso verificar também toda a documentação do imóvel e se existe pendência ou dívidas como:

  • IPTU
  • Condominio
  • Conta de luz
  • Taxa Patrimonial

Desistência da compra

Não é comum desistir da compra em um leilão, mas, se a pessoa se sentir enganada, pode entrar com o distrato do negócio. Geralmente o comprador precisa pagar as custas do leilão e, em muitos casos, pagar uma multa. Por isso é imprescindível ler o edital e analisar todos os itens do documento. O preço nem sempre é o fator determinante para realizar uma boa compra. Então, estude e coloque na balança todos os prós e os contras para decidir se vale à pena comprar o imóvel.

 

Comentários

© 2013-2018 Accacio Monteiro Barrozo Advogados | Assessoria Jurídica